Portifólio

Projeto

SolidWorks x Grid ERP

SolidWorks x Grid ERP

Grid ERP, Integrações

Qual é o objetivo da integração GridERP x SolidWorks?

O sistema de integração desenvolvido tem como objetivo realizar o cadastramento dos produtos desenvolvido pelos projetistas no SolidWorks para o Grid ERP e suas estruturas. Ainda o sistema deve renomear todos os arquivos relacionados com o produto (montagem ou peça, vistas, referências externas) caso não estejam cadastrados no Grid ERP, utilizando numeração automática do sistema. Ao final da integração devem estar cadastrados todos os produtos envolvidos com o produto em foco no momento da integração, considerando os valores carregados nas propriedades personalizadas, a estruturação completa do produto agrupando a quantidade de itens iguais e as matérias primas calculando o rendimento automaticamente de acordo com o que está configurado no material. Sendo considerado como integrado totalmente o Grid ERP com o SolidWorks para a versão corrente do mesmo.


Como funciona a integração GridERP x SolidWorks?

O funcionamento da integração ocorre envolvendo quatro partes sendo elas: SolidWorks, DLL de integração, WebService Grid e o sistema Grid ERP. Cada uma delas possui suas especificações e configurações que devem ser observados para que a integração funcione de forma adequada.

SolidWorks:
O software de edição 3D SolidWorks permite que sejam integrados em seus menus, funções externas utilizando suas DLLs de interoperabilidade, sendo possível manipular seus objetos de diversas maneiras, assim como capturar eventos que ocorrem. O SolidWorks possui os seguintes objetos que estão relacionados à integração:

A. Montagem: Dentro do SolidWorks pode ser criado produtos que possuem outros dentro dele, criando assim uma composição. As montagens podem possuir peças ou toolbox dentro de si.

B. Peça: Peças são produtos que estariam no primeiro nível em uma montagem, sendo nelas indicado o material do qual o produto é feito. O material deve ser utilizado da biblioteca gerada pelo grid no EC1413, deve estar configurado como tipo M e com o cálculo de rendimento ativado para que seja calculado automaticamente sua quantidade.

C. ToolBox: São peças 3D proeminentes de bibliotecas já criadas e que serão compradas de terceiros, como parafusos, porcas e arruelas, o produto já deve estar cadastrado no Grid para ser considerado na composição e o mesmo não deve estar configurado para calcular automaticamente o rendimento pois sua quantidade na composição será passada quantificada pela DLL. A pasta das configurações assim como a coluna do código da configuração e o respectivo código do produto no Grid deve ser indicado nas configurações da integração. O arquivo de configuração do ToolBox deve estar no formato CSV e com o mesmo nome do arquivo ToolBox adicionado na Montagem.

D. Vistas: Como o próprio nome já diz são vistas técnicas das peças, as vistas são renomeadas de acordo com o produto que está sendo referenciado e também as referências que a vista possuir são renomeadas.

E. Propriedades personalizadas: São templates que possuem propriedades da peça. As templates são configuradas manualmente e podem ser adicionadas propriedades do tipo numérico, texto e outros. Estas propriedades são capturadas pela DLL e passados ao Grid para atualizar o produto ou caso seja cadastrado o produto, o sistema irá usar o valor da propriedade no lugar do valor do produto usado como base para realizar a cópia.

282 1 like


Teste gratuito!

Teste nosso sistema de forma gratuita por até 5 dias! Entre em contato conosco e receba o acesso.

Contate-nos!